Voltando às Origens

June 27, 2017

Em 1952, mais especificamente no dia 22 de fevereiro, organizava-se então a Convenção das Igrejas Evangélicas Batistas Independentes (assim se denominava na época) na cidade de Ijuí.
    Relendo os escritos históricos (Livro: “da SUÉCIA ao BRASIL – Uma História Missionária – Pág.90; 91 e 94), encontro um grupo de pastores se manifestando sobre a urgência da organização da convenção com um objetivo claro de unir as Igrejas e centralizar os recursos para a evangelização, considerando que um trabalho unido torna a obra mais eficiente, firmados na crença de que essa organização serviria como instrumento mobilizador de recursos financeiros para a expansão missionária no Brasil. Contudo, as perguntas divinas precisavam ser respondidas com urgência: a quem enviar? Como enviar? Para onde enviar? 
    Por essa razão, a primeira assembleia ficou marcada por três decisões fundamentais:
1.    Criação do Instituto Bíblico, com o objetivo de preparar obreiros qualificados para cumprirem o mandato do Senhor.
2.    Programa de Captação de Recursos -  um sistema que mobilizasse as Igrejas num plano cooperativo com vistas à expansão do Reino, gerando assim nos membros uma instrução de fidelidade para com a Casa de Deus, conforme o ensino bíblico.
3.    Transformar o discurso em prática missionária; e  mesmo não havendo uma infraestrutura básica sólida fazendo jus aos nobres anseios, o evento de emancipação foi selado com o envio do primeiro missionário, Pr. Alcides Orrigo, para a cidade de Santa Rosa, RS, primeiro passo no grande avanço missionário que estava por vir.
    Com as decisões tomadas, logo, logo o resultado apareceu. O trabalho foi então setorizado. A organização por setores permitia encontros anuais com baixo custo. Estes eventos tinham a finalidade de fortalecer os laços fraternais, promover a edificação, mobilizar o evangelismo e trazer inspiração missionária.
    Em 1974, ano da grande expansão missionária. Toma-se a decisão de criar o cargo de Secretário de Missões. O pastor Paulo Mendes foi o primeiro secretário indicado e eleito em 1975. Em sua posse ele lançou o Plano de Expansão 80, que previa plantar uma Igreja Batista Independente em cada Estado da Federação, no período de 1975-1980 e iniciar o programa de evangelização no Paraguai. Põe ousadia nisso! (grifo meu).
    Nas págs. 103 a 106, eu encontro mais relatos que certamente emociona a todos nós. A expansão missionária confunde-se com a própria história da Igreja, pois à medida que experimentava o mover de Deus a Igreja crescia também numericamente. Todo mover de Deus gera paixão por almas, e os números não podem ser traduzidos por si só como algo frio e calculista. Estes números na história são o resultado da colheita, são o resultado dessa paixão missionária. A expansão se deu em virtude do clamor das almas e do amor de Deus que moveu a Igreja em direção aos perdidos.


    Como se deu a expansão da CIBI por todo o território nacional?
1.    Planejamento estratégico;
2.    Migração de famílias Batistas Independentes;
3.    Adesão de Igrejas de outras denominações;
4.    Visão evangelística de Igrejas Batistas Independentes locais;
5.    Convicção de chamado para determinadas regiões de muitos obreiros.


Eu concluo essa rápida caminhada pela nossa história fazendo minhas as palavras do Pr. Paulo Mendes, proferidas na Assembleia Geral em janeiro de 1973: “Não nos deixemos limitar pelas fronteiras da nossa cidade e nem pelas paredes do nosso templo. Não pensemos só em nosso trabalho local, lembrando que se há missão batista independente no Brasil foi porque igrejas e irmãos bem distantes daqui não trabalharam em função de si mesmos”. 
Voltemos às origens. Sejamos protagonistas em nossa geração na Plantação de mais Igrejas. 

 

“Juntos Para Semear”. CIBI e CIBIERGS, somos todos nós. “Vamos avançar”.
Deus nos abençoe!

 

Pr. Paulo Souza dos Santos
Pastor Presidente e Titular da IBI Betel Canoas
Secretário de Missões da CIBIERGS
 

Please reload

Postagens Recentes

March 5, 2019

September 25, 2018

September 2, 2018

July 25, 2018

Please reload

Curta
  • Facebook Classic